monograma pedro segreto

o que é design sprint?

método do google para criar e testar novas ideias em 5 dias

atualmente, as jornadas de trabalho estão fatiadas por mensagens no whatsapp, likes no facebook e reuniões que poderiam ser um email. a fragmentação dos esforços de criação e planejamento levam a resultados que não aproveitam todo o potencial de times e equipes. com a intenção de resolver este problema e chegar a resultados consistentes em menos tempo, jake knapp e seus parceiros do google ventures desenvolveram um processo ágil e intenso para irem da definição do problema ao teste de um protótipo em 5 dias. baseado nas ideias e ferramentas do design thinking e na cultura ágil de desenvolvimento, o método pode ser aplicado por qualquer time que tenha um grande problema ou oportunidade nas mãos. veja aí a breve explicação do jake sobre o que é um sprint:

compre o livro - versão física e digital

- quando realizar um sprint? -

como está no livro, realize um sprint quando as apostas são altas e o tempo é curto! ou seja, antes de investir muito tempo e dinheiro em uma ideia, combine pessoas de diferentes áreas e chegue a soluções que vão te levar a aprender cedo e errar rápido! o sprint é uma máquina do tempo que em 5 dias coloca usuários reais frente à experiência que o seu serviço ou produto pretende proporcionar. a partir da construção de protótipos funcionais, rapidamente descobrimos o que funciona e o que precisa ser aprimorado, desse modo, reduzimos drasticamente o leve e traz de complexos processos de aprovação.

- quem deve participar? -

a colaboração e a interdisciplinaridade devem ser dois dos maiores valores de um design sprint. observando problemas a partir de diferentes perspectivas e gerando consenso nas tomadas de decisão, geramos um sentido de pertencimento e coautoria e chegamos a resultados atrativos, viáveis e funcionais. assim, busca-se formar times diversos para a realização de cada sprint, dependendo de seus objetivos. normalmente, participam:

  • facilitador {não deve ser um dos participantes}

  • tomador de decisão {CEO, dono do projeto}

  • especialistas {externos}

  • finanças {diretor financeiro, área de negócios, vendas}

  • comunicação {marketing, criação, mídia}

  • consumidor/usuário {pesquisador, vendas, atendimento}

  • tecnologia/logística {TI, engenheiro, técnico}

  • design {UX, UI, produto}​

- o processo -

um sprint clássico, by the book, acontece em 5 dias. preferencialmente, entre às 10h e às 17h, deixando 1 hora antes e 1 hora depois do sprint para que os participantes possam acompanhar o andar de outros assuntos nos quais já estejam envolvidos. resumidamente, um design sprint é uma agenda e um conjunto de ferramentas, já testadas inúmeras vezes, que se encadeiam da seguinte forma:

  • entendimento {segunda} - definição do desafio​, a partir do entendimento de objetivos de longo prazo, perguntas a serem respondidas e conversas com especialistas

  • criação {terça} - geração de ideias e esboços, a partir de referências, similares e inspirações

  • definição {quarta} - decisão das ideias que serão prototipadas, a partir da análise e combinação das ideias existentes

  • prototipagem {quinta} - realização de protótipo funcional da solução e elaboração do roteiro das entrevistas

  • teste {sexta} - realização de 5 entrevistas com usuários ou clientes, compartilhamento dos aprendizados e definição dos próximos passos

- diferentes cenários e objetivos -

desde que o google ventures começou a divulgar informações sobre o método, mesmo antes de ler o livro, me interessei por esta forma prática e objetiva de aplicar o repertório do design thinking. inicialmente, adaptei o formato do sprint para o desenvolvimento de projetos audiovisuais e criei o video:canvas para facilitar os processos de cocriação. depois, vieram projetos nas áreas de estratégia, branding, comunicação, novos produtos, negócios e serviços. para tal, tive que ir adaptando à nossa realidade aquilo que vinha acontecendo no silicon valley. os seguintes fatores me fazem, a cada desafio, criar um desenho diferente de fluxo, utilizando o sprint muito mais como uma mentalidade do que como um método:

  • tempo {duração + agenda}

  • pessoas {quantidade + cultura}

  • objetivos {processo + entrega}

  • recursos {investimento + logística}

ficam como principais ideias que estruturam um sprint, o pensamento visual, ágil e coletivo, os processos de divergência e convergência de ideias, uma cultura da prototipagem e experimentação.

- ferramentas para download -

para colaborar com aqueles que querem planejar e facilitar design sprints e para utilizar nos meus workshops e treinamentos, criei e disponibilizo algumas ferramentas. baixe e fique à vontade!

  • sprint form {formulário para briefing e definição de objetivos}

  • sprint canvas {planejamento visual e coletivo do processo}

  • sprint board {board do trello com o detalhamento do processo, links e referências - EM CONSTRUÇÃO!!!}

se você quer saber mais sobre as ferramentas, a realização de palestras, workshops, designs sprints ou processos ágeis de cocriação, entre em contato e vamos marcar um café! chega mais!

pedro segreto

designer e consultor independente

http://pedrosegreto.com

contato@pedrosegreto.com

rio de janeiro, brasil

conectar, colaborar & compartilhar!

  • linkedin pedro segreto
  • icone_medium_01
  • pinterest pedro segreto

versão 2.1